Leitura Avançada da Microsoft melhora a compreensão de leitura

A leitura avançada é uma ferramenta gratuita que usa técnicas comprovadas para melhorar a leitura de pessoas independentemente da idade ou da capacidade.

Disponível gratuitamente

Com o objetivo inicial de auxiliar alunos com dislexia, a leitura avançada realiza a leitura em voz alta enquanto marca visualmente as palavras que estão sendo ditas.

Disponível em praticamente todos os idiomas, pode ser utilizado em qualquer disciplina como ferramenta para auxiliar na concentração. Além disso, também é possível utilizar a ferramenta no ensino de línguas, pois qualquer texto escrito, mesmo em inglês, por exemplo, pode ser lido em voz alta. A utilização da ferramenta pode ser pela vontade e necessidade do aluno ou pode ser utilizado com algum objetivo pelo professor.

Melhore a compreensão de leitura

  • Lê texto em voz alta, separa as sílabas e aumenta o espaçamento entre linhas e letras.
  • Aumentar a fluência dos alunos do idioma inglês ou dos leitores de outros idiomas
  • Ajudar a criar confiança para que os novos leitores aprendam a ler em níveis mais altos
  • Oferecer soluções de decodificação de texto para os alunos com dificuldades de aprendizagem, como dislexia
RecursoBenefício Comprovado
Ditado avançadoMelhora a criação de textos
Modo de focoMantém a atenção e melhora a velocidade de leitura
Leitura imersivaMelhora a compreensão e mantém a atenção
Espaçamento de fonte e linhas curtasMelhora a velocidade de leitura abordando a “aglomeração visual”
Classe gramaticalOferece suporte à instrução e melhora a qualidade da escrita
SilabaçãoMelhora o reconhecimento de palavras
Modo de compreensãoMelhora a compreensão em uma média de 10%

Onde encontrar a leitura avançada?

A ferramenta está disponível no Word, OneNote, Outlook, Teams, Office Lens e Edge na versão para Office 365, disponível com todos os e-mails @cps e @fatec.

Fonte e saiba mais:

https://www.onenote.com/learningtools

* Os textos, vídeos e áudios publicados são de inteira responsabilidade dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião da Cesu. *