Livro gratuito: Formação de educadores – Inovação e tradição

Neste mundo em acelerada mudança, os pesquisadores indagam-se constantemente sobre o que conservar, como inovar, o que criar, o que substituir. Por um lado, é evidente que as inovações tecnológicas, com as mudanças que causaram na sociedade, exigem mudança nos padrões de formação de docentes e alunos; por outro, há elementos que se mostram frutíferos nesse processo de formação.
Com a diversidade de visões esperada e desejada, salta dos textos aqui reunidos uma ideia: a de que o trabalho individual (típico do docente tradicional) não permite ao professor o feedback para a descoberta e efetivação das inovações necessárias, o que só se consegue por um trabalho em equipe, com troca de experiências e tentativa de solução de problemas em conjunto.

Iraíde Marques de Freitas Barreiro (Org.), Raquel Lazzari Leite Barbosa (Org.)

Conteúdo

  1. Aprendizagem da docência no contexto da inovação tecnológica digital: desafios para a escola do século XXI
  2. Iniciativas brasileiras de formação continuada voltadas a professores da educação básica
  3. Mejoramiento de la práctica docente en colaboración
  4. Estilos de uso do virtual: estratégias de personalização da aprendizagem
  5. Innovación y tradición: innovar y crear en la docencia
  6. Pedagogia universitária: valorizando o ensino e a docência na universidade
  7. A formação de professores diante das políticas linguística e educacional para surdos
  8. Políticas e práticas para a formação de professores na perspectiva da inclusão
  9. A formação inicial para a docência na educação infantil e na alfabetização nos cursos de Pedagogia das universidades públicas do Estado do Rio Grande do Sul
  10. As redes sociais como espaços de aprendizagem: o perfil de uso do espaço virtual e o discurso de professores em formação inicial
Fonte e saiba mais: http://editoraunesp.com.br/catalogo/9788595463868,formacao-de-educadores-inovacao-e-tradicao

* Os textos, vídeos e áudios publicados são de inteira responsabilidade dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião da Cesu. *